A oficina fortaleceu o diálogo entre as Ouvidorias e Defensorias sobre a crise sanitária atual e as medidas para o futuro pós-pandemia

Nesta quinta-feira, dia 8/4, foi promovida a Oficina “Ouvidorias Externas das Defensorias Públicas: fortalecendo a participação popular para o Acesso à Justiça em tempos de crise”. O evento online foi transmitido pelo Youtube com a participação de representantes das Ouvidorias Externas lançadas pela Defensoria, desde ouvidores até líderes sociais. 

A oficina mediada pelo Fórum Justiça contou com a participação do Colégio Nacional de Ouvidorias das Defensorias do Brasil e reuniu mais de 20 lideranças estaduais para debater questões democráticas atuais com ouvidores e defensores públicos de todo país. O evento também foi marcado pela presença do secretário adjunto do CONDEGE, Florisvaldo Fiorenno Junior e do presidente do Conselho Nacional de Ouvidorias Externas de Defensorias Públicas do Brasil, Willian Fernandes

Para aproximar os diálogos sobre a grave crise sanitária causada pelo coronavírus no Brasil, a oficina pautou as ações das Defensorias que têm assegurado os direitos da população neste momento e ponderou os caminhos para o futuro pós-pandemia. A oportunidade da conferência fortaleceu a interação e apoio entre defensores e ouvidores para promover medidas de superação à pandemia, que agrava a situação de segmentos sociais em vulnerabilidade.

O secretário adjunto do CONDEGE refletiu que “Esse é um canal de diálogo permanente entre as defensorias e a sociedade civil através das Ouvidorias, é a nossa principal fonte de energia, que temos para avançarmos e fazermos valer o acesso à justiça no nosso País”.

Entre os líderes convidados, Tatsila Flores, representante do Movimento Nacional Contra Tortura, levantou demandas que afligem o Distrito Federal e abriu diálogo para compartilhar experiências com diversas outras lideranças sobre a participação das Ouvidorias Externas em todo país.

 

Implementação das Ouvidorias 

De acordo com a Lei Complementar 132/2009, a Ouvidoria-Geral age como órgão que auxilia e garante o trabalho das Defensorias, para defender os direitos da população e consolidar o efetivo acesso à justiça com a promoção dos serviços prestados. No entanto, entre as 27 Unidades Federativas, apenas 14 contam com Ouvidorias estabelecidas. 

A ação deste órgão garante o respeito aos mecanismos de participação popular e controle social nos serviços de acesso à Justiça, pois propicia o elo de diálogo entre a população e os defensores públicos. Assim, para expandir o espaço democrático das Defensorias Públicas, é fundamental que a promoção das Ouvidorias Externas atravesse o País, num movimento democrático para organizar a sociedade civil. 

Assessoria de Comunicação

Larissa Costa

Quem somos

O Colégio Nacional de Defensores Públicos-Gerais (Condege) congrega Defensores-Gerais de todos os Estados do Brasil, do Distrito Federal, além de representantes de associações nacionais de Defensores Públicos.
SIA Sul Trecho 17, Rua 07, Lote 45, 3º Andar, Sala 301, Bairro Zona Industrial, Cidade Guará, Brasília/DF
(61) 2196-4457
presidencia@condege.org.br

Assessoria

Gabinete da Presidência
E-mail:  presidencia@condege.org.br
Telefones: (61) 2196-4457
Whatsapp: (61) 98349-5546

Assessoria de Comunicação
E-mail: comunicacao@defensoria.df.gov.br
Telefone: (61) 2196-4323 | 2196-4324
Celular: (61) 99828-6632

 

Newsletter

Assine para receber nossas últimas novidades!