Projeto de diagnóstico sobre atuação das Defensorias no sistema penitenciário é discutido no Depen

O Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais - Condege, a Associação Nacional dos Defensores Públicos - Anadep, o Departamento Penitenciário Nacional - Depen (Ouvidoria e Corregedoria), Ouvidoria da Bahia, Sociedade Civil, dentre outras instituições, participaram de reunião no último dia 4/07, no Depen/Ministério da Justiça, com o objetivo de construir elementos e diretrizes para um diagnóstico da atuação da Defensoria Pública no sistema penitenciário.

De acordo com o presidente do Condege, Clériston Macêdo (DPE/BA), o diagnóstico faz parte de projeto do Depen, Condege e Anadep voltado à elaboração de um modelo de gestão para a atuação da Defensoria Pública nas áreas criminal e de execução penal. Para a elaboração do diagnóstico foi contratada Consultoria Técnica Especializada, a partir de contrato com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD/ONU), trabalho que será desenvolvido pela consultora Rosier Custódio.

 

Na reunião, foram apresentados os produtos previstos, debatidas diretrizes gerais para o trabalho e discutida a possibilidade de criação de Grupo de Trabalho para acompanhar periodicamente e contribuir com a produção.

Participaram também o defensor público do Rio de Janeiro, Marlon Barcellos, que coordena a Comissão de Execução Penal do Condege, e Vilma Reis, ouvidora-geral da DPE/BA, representando a sociedade civil, entre outras pessoas.

| Imprimir | E-mail

United Kingdom gambling site click here